Tem medo de entrar com a moto em algum local? Trouxemos algumas das regiões com o maior índice de roubo e furto em São Paulo

,

Não precisa ser motociclista para saber o perigo que eles enfrentam diariamente. E não estamos falando apenas dos riscos de acidente: quem é motociclista também precisa conviver com o medo dos roubos. Nesse ano, a média de roubos no Estado de São Paulo foi de 105 motos por dia. Na Capital, aproximadamente 35.

É claro que nem sempre é possível escolher a hora que vai sair ou voltar para casa, mas saber os horários de maiores riscos é importante para ter atenção redobrada.

Portanto, já alertamos que essa atenção deve ser especial à noite, quando acontece grande parte dos casos de roubo e furto de motocicletas. O segundo período onde se tem mais incidências do caso é bem relativo, mas há uma explicação: pela manhã, acontece a maioria dos casos de furtos, geralmente quando os proprietários estão trabalhando. No período da tarde, prevalecem os roubos.

De qualquer modo, é preciso encarar essa realidade. Por isso, vale se armar de todo tipo de informação para não ser uma vitima fácil de roubos e furtos.

Quais são os bairros da Capital onde acontece grande parte das ocorrências?

Em pesquisas recentes, o bairro da Vila Mariana, na Capital de SP, foi o cenário para a maioria dos furtos de motos. Já a Brasilândia, foi onde ocorreu o maior número de roubos.

Depois disso os 5 outros bairros que registraram os maiores números de furtos foram Itaim Bibi, República, Santo Amaro, Barra Funda e Campo Grande. Quanto aos roubos, atrás da Brasilândia vêm os bairros Iguatemi, Lajeado, Itaquera, Raposo Tavares e Jaraguá.

Se você tem como rota esses bairros, preste muita atenção, não apenas no trânsito, mas ao seu redor. Esse post sobre como se prevenir de assaltos pode te ajudar.

Por que o rastreador se torna duas vezes importante nesses casos?

Acreditamos que toda informação é valida na hora de se prevenir. A prevenção e os cuidados são fundamentais. O rastreador entra na esfera da prevenção e não é por um motivo só.

Sabemos que, especialmente nos casos das motocicletas frutos de roubos, é muito difícil que o ladrão permaneça muito tempo rodando com ela. A tendência é que as motos roubadas sejam rapidamente levadas para desmanches. Por isso, quanto mais imediata for a localização, melhor. E nisso, apenas um rastreador, mostrando informações da motocicleta em tempo real, poderá te ajudar.

Mas, não é só nessa hora que ele se torna importante: para quem também deseja fazer um seguro e se prevenir um pouco mais, é importante saber que ter um rastreador também diminui muito o valor do seu seguro – afinal, motocicletas com rastreadores têm muito mais chances de serem rapidamente encontradas, sem a necessidade de acionar o seguro.

E você, teve alguma experiência com sua moto pelas ruas, nos últimos tempos? Em qual região costuma andar?

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *