4 coisas que são interessantes saber sobre o rastreador veicular

Adquirir um veículo é uma alegria imensa e, passada a fase de aquisição, você começa a pensar, prontamente, em todos os passos que dará a partir desse momento. Uma das primeiras etapas a serem pensadas, de forma geral, é a revisão – nos casos de carro/motos seminovos e usados. E, quase que simultaneamente, pensa-se na segurança também. Sim, o passo mais importante!

Quando pensamos em segurança, os seguros aparecem como a primeira opção, mas há uma série de coisas a serem pensadas e acrescentadas à segurança do seu veículo.

Já pensou nos rastreadores? Funcionam de uma forma nada complexa e nada burocrática, e apresentam várias vantagens que algumas pessoas desconhecem. Por isso, trouxemos hoje 4 sugestões interessantes sobre os rastreadores de veículos.

1 – Ele te ajuda no dia a dia, não apenas em ocorrências do seu veículo.

Exatamente isso: não é necessário acontecer algo, para você utilizar os serviços dos rastreadores. Ao instalá-lo, através de um aplicativo, você mesmo consegue monitorar seu veículo e saber onde está, tudo em tempo real. É muito funcional em diversas situações onde você não consegue vigiar seu carro/moto, quando deixa em um estacionamento, por exemplo. Uma forma realmente eficaz de ficar tranquilo nos momento em que precisa estar longe do seu veículo.

2 – Você pode ter os dois, rastreador e a recuperação veicular

E passear muito mais tranquilo com seu veículo. Na GS Seg, por exemplo, você pode pagar uma mensalidade fixa de R$69 e contar com nossos serviços de Rastreamento, mas também pode pedir uma cotação para Recuperação com Indenização com valor da tabela FIPE.

Em média, nossa opção sai 50% mais barato que os demais e, caso você queria contratar os serviços de uma seguradora, o fato de ter rastreador pode diminuir o valor do seu seguro – pois elas entendem que é um carro onde as chances de acionarem o seguro serão menores.

3. Por que assistência 24h?

Porque, além de ser uma situação a mais em que você pode contar com seu rastreador, ela também te livra de possíveis riscos e situações vulneráveis onde roubos e furtos podem acontecer. Imagine se o seu veículo quebra a noite, em uma via pouco segura. A assistência 24h irá até você, te ajudando a sair dessa situação e não correr maiores riscos, além de resolver o problema do seu carro.

4. Custo benefício e muitas vantagens

O custo, nesse caso, é um dos grandes atrativos. Instalar um Rastreador no veículo custa R$299,00 (na GS Seg, confira clicando aqui). Já a mensalidade é R$69,00, o que te dá a tranquilidade de uma assistência 24h e de um monitoramento 24h também, aumentando as chances de encontrar o seu carro, bem depressa.

E tem mais: os rastreadores admitem qualquer tipo de perfil de risco, desde motos, carros mais antigos, a carros tunados e utilitários – como frotas, uber e taxi, geralmente negado pelas seguradoras.

Na GS Seg também há a opção de cotar um Rastreador com Indenização baseada na tabela FIPE, para casos de carros não encontrados. Essa opção você também consegue orçar clicando aqui.

Essas são algumas das coisas sobre os rastreadores, que muita gente desconhece. Se você tem alguma dúvida ou gostaria de alguma informação a mais, deixe seu comentário aqui e entraremos em contato!

Confira 6 dicas para não facilitar o roubo de seu veículo

Enquanto a segurança não for reforçada nas capitais, não há o que fazer: nós precisamos nos prevenir e nos proteger. Existem muitas estatísticas de roubo que apontam para um perfil de vítimas, mas, nem sempre é assim – o roubo ou furto podem acontecer a qualquer momento e todo mundo precisa ter muita atenção.

Infelizmente, as coisas funcionam como numa disputa. São milhares de carros nas ruas todos os dias, então, qual deles será o “escolhido” pelos ladrões? Muito provavelmente o que estiver em uma situação mais vulnerável em relação aos demais – afinal, nessas horas, todos são possíveis alvos.

Então, assim como fizemos no post anterior e contamos como prevenir assaltos em seu automóvel , viemos conversar um pouco sobre medidas que talvez você nunca tenha pensado, mas que pode e deve começar a tomar hoje mesmo, pra evitar ser o mais visado entre os carros em uma situação de roubo.

1 – O que os ladrões pensam sobre a aparência do seu carro?

Não é uma regra, porém, ter o carro em dia e bem cuidado, pode fazer os assaltantes imaginarem que você jamais o deixaria em uma situação de vulnerabilidade. Automaticamente, podem pensar que você tenha adotado algumas formas de proteção e recuperação de seu veiculo, o que dificultaria o roubo. Portanto, ainda que não seja uma regra, uma boa parcela dos criminosos pensará duas vezes antes de roubar seu veículo.

2 – Alarmes e rastreadores

É claro que os ladrões não querem ser facilmente rastreados pela polícia, nem que todos ao seu redor saibam que aquele veículo está sendo roubado. E, ainda que eles conheçam truques para fugir dos rastreadores, tê-los no carro também é uma garantia de que você pagará bem menos em seu seguro. Isso porque as seguradoras reconhecem que os carros com rastreadores já estão protegidos ao ponto de dificilmente ser necessário que sejam acionados.

3 – E se você deixar claro que tem um rastreador no carro?

Primeiro, destacamos que ter um rastreador é comprovadamente eficaz e já impediu diversos roubos e furtos, além de recuperar rapidamente grande parte dos veículos.

Porém, ainda que você não tenha um ainda, saiba que os nomes das seguradoras metem medo: já pensou em colocar um adesivo do rastreador ou seguro no vidro do carro?

4 – Acha que está na sua zona de conforto na rua de casa? Repense!

Costumamos pensar que qualquer situação mais perigosa possa acontecer longe de casa, em determinadas regiões, mas nunca na porta de casa. Na real, essa situação acontece sim e com muita frequência.

Portanto, ainda que você conheça a sua rua como a palma da mão, não dá para confiar em qualquer pessoa. Antes de entrar em casa, repare no movimento. Não abra o portão ou pare na frente de casa se notar pessoas ou uma movimentação estranha. Se possível, siga reto, dê a volta no quarteirão, e passe novamente em frente pra ver se já está tranquilo.

5 – E os cuidados com as chaves?

Passamos tanto tempo preocupados em deixar o veículo o menos vulnerável possível, que nos esquecemos de uma modalidade também possível: e se furtarem suas chaves e roubarem seu carro?

Nessas horas, o rastreador vai te ajudar bem, mas é muito mais fácil evitar essa situação. Não ande com as chaves do carro a mostra e guarde-a sempre em um local seguro.

6 – Seja estrategista até mesmo dentro do estacionamento

Encontrar uma vaga no estacionamento nem sempre acontece conforme a nossa vontade, mas, quando há opções, prefira as vagas mais próximas aos outros carros, mesmo que seja mais tranquilo estacionar longe. Sendo assim, não pare muito afastado da maioria dos carros, nem muito perto da saída do estacionamento – essa situação facilita uma possível fuga, caso seu veículo seja roubado nessas condições.

E você, qual truque tem usado para não dar bobeira no dia a dia e não facilitar uma situação dessas? Compartilhe conosco!

Tem medo de entrar com a moto em algum local? Trouxemos algumas das regiões com o maior índice de roubo e furto em São Paulo

,

Não precisa ser motociclista para saber o perigo que eles enfrentam diariamente. E não estamos falando apenas dos riscos de acidente: quem é motociclista também precisa conviver com o medo dos roubos. Nesse ano, a média de roubos no Estado de São Paulo foi de 105 motos por dia. Na Capital, aproximadamente 35.

É claro que nem sempre é possível escolher a hora que vai sair ou voltar para casa, mas saber os horários de maiores riscos é importante para ter atenção redobrada.

Portanto, já alertamos que essa atenção deve ser especial à noite, quando acontece grande parte dos casos de roubo e furto de motocicletas. O segundo período onde se tem mais incidências do caso é bem relativo, mas há uma explicação: pela manhã, acontece a maioria dos casos de furtos, geralmente quando os proprietários estão trabalhando. No período da tarde, prevalecem os roubos.

De qualquer modo, é preciso encarar essa realidade. Por isso, vale se armar de todo tipo de informação para não ser uma vitima fácil de roubos e furtos.

Quais são os bairros da Capital onde acontece grande parte das ocorrências?

Em pesquisas recentes, o bairro da Vila Mariana, na Capital de SP, foi o cenário para a maioria dos furtos de motos. Já a Brasilândia, foi onde ocorreu o maior número de roubos.

Depois disso os 5 outros bairros que registraram os maiores números de furtos foram Itaim Bibi, República, Santo Amaro, Barra Funda e Campo Grande. Quanto aos roubos, atrás da Brasilândia vêm os bairros Iguatemi, Lajeado, Itaquera, Raposo Tavares e Jaraguá.

Se você tem como rota esses bairros, preste muita atenção, não apenas no trânsito, mas ao seu redor. Esse post sobre como se prevenir de assaltos pode te ajudar.

Por que o rastreador se torna duas vezes importante nesses casos?

Acreditamos que toda informação é valida na hora de se prevenir. A prevenção e os cuidados são fundamentais. O rastreador entra na esfera da prevenção e não é por um motivo só.

Sabemos que, especialmente nos casos das motocicletas frutos de roubos, é muito difícil que o ladrão permaneça muito tempo rodando com ela. A tendência é que as motos roubadas sejam rapidamente levadas para desmanches. Por isso, quanto mais imediata for a localização, melhor. E nisso, apenas um rastreador, mostrando informações da motocicleta em tempo real, poderá te ajudar.

Mas, não é só nessa hora que ele se torna importante: para quem também deseja fazer um seguro e se prevenir um pouco mais, é importante saber que ter um rastreador também diminui muito o valor do seu seguro – afinal, motocicletas com rastreadores têm muito mais chances de serem rapidamente encontradas, sem a necessidade de acionar o seguro.

E você, teve alguma experiência com sua moto pelas ruas, nos últimos tempos? Em qual região costuma andar?

Posso contar com a GS SEG para quais serviços?

 

Neste post, vamos tirar algumas dúvidas em relação aos serviços oferecidos pela GS SEG.

É importante frisar que a GS SEG é uma empresa especializada na recuperação de veículos roubados ou furtados e não uma seguradora como Porto Seguro, Sulamérica Auto, Bradesco Seguros, entre outras.

 

Como a GS SEG garante a recuperação do meu veículo?

Nossa principal ferramenta de trabalho é o rastreador veicular, que pode ser instalado tanto em carros, quanto em motos, veículos antigos, turbinados ou mesmo em frotas de carros e caminhões. Uma vez instalado o rastreador, conseguimos monitorar os passos do veículo 24h por dia e identificar sua localização em caso de roubo ou furto que tenham acontecido dentro do Estado de São Paulo.

 

Tenho que pagar a mensalidade pelo rastreador + um valor para a assistência 24h?

Não, ao contratar o plano de rastreador, já está incluso a assistência 24h que garante suporte para você e seu veículo em todo território nacional. A assistência oferecida é referente à: reboque, SOS mecânico/elétrico, pane seca, chaveiro, guarda de veículos e troca de pneus. Tudo para que você se sinta confortável e seguro para ser um cliente GS SEG.

 

Caso o meu veículo não seja recuperado, serei indenizado?

Assim como em todos os contratos de seguros, deixamos claro que cabe ao contratante tomar algumas precauções para que sua indenização seja validada. No caso do contrato de prestação de serviços de proteção de bens, oferecido pela GS SEG, o contratante é orientado a seguir algumas recomendações para que possa ter o seu pedido de indenização aceito. Por isso, frisamos que é importante ler o contrato com atenção para que ambas as partes estejam em comum acordo sempre.

 

Ao comunicar a GS SEG sobre o roubo ou furto do meu veículo ela avisará os órgãos de proteção como a Polícia Militar?

Ao sofrer um assalto, roubo ou furto do veículo você deve comunicar a GS SEG imediatamente, pois o quanto antes identificarmos a localização do veículo, mais chances teremos de recuperá-lo em perfeito estado. O contratante fica responsável por acionar a Polícia Militar, assim como realizar o registro do fato por meio de Boletim de Ocorrência em até 24h após o ocorrido.

 

Esperamos ter respondido às suas principais dúvidas sobre os nossos serviços neste post.

Caso tenha ficado algum questionamento, não hesite em entrar em contato conosco por telefone ou e-mail.

Teremos o maior prazer em sanar as suas dúvidas.

Contato
E-mail: comercial@gsseg.com.br
Telefone: (11) 3036-2454

Entenda a diferença entre rastreadores, bloqueadores e localizadores

 

Entenda a diferença entre rastreadores, bloqueadores e localizadores

Será que eles têm a mesma funcionalidade? Um faz o serviço do outro? Qual a melhor opção para o meu veículo? Quem agrega mais benefícios? Qual tem o melhor custo x benefício?

Calma. Nesse post, nós vamos te explicar as diferenças entre cada um para que você defina qual o melhor tipo de proteção para o seu veículo e com qual se identifica mais. Vamos lá?

 

Bloqueadores

Têm o sistema mais simples. Como o próprio nome já diz, ele bloqueia alguns sistemas do veículo impedindo que o ladrão, no caso, consiga ir muito longe ou, até mesmo, nem consiga ligar o veículo. A maioria dos bloqueadores atua no corte do combustível de forma progressiva, outros atuam com disparo de sirene.

O bloqueador pode ser instalado nos mais diversos tipos de veículos, como carros, motos, caminhões, ônibus, carretas, entre outros.

 

Localizadores

São menos eficazes quanto à precisão da localização, pois não conseguem atingir um raio muito distante: mais ou menos 30 metros de abrangência. Também podem ser instalados em praticamente todos os veículos, mas são muito pouco utilizados devido à sua “falha” na localização.

 

Rastreadores

Oferecem um pacote mais completo entre os concorrentes apresentados acima. Por serem monitorados via satélite 24h por dia, 7 dias por semana, garantem a localização exata do seu veículo a qualquer hora do dia ou da noite. Ao contratar um plano de rastreador, você também terá acesso a outros serviços como mapeamento de rotas, controle de velocidade e monitoramento de percurso via celular 24h por dia.

Assim como os seus demais concorrentes, os rastreadores também podem ser instalados em carros, motos, caminhões, SUV’s, utilitários, frotas, ônibus, carretas, etc.

Os valores para a aquisição dos localizadores, bloqueadores e rastreadores costumam ser bem menores do que os valores de um seguro convencional, mas podem variar de acordo com a empresa que comercializa os produtos. Por isso, é interessante pesquisar quais empresas oferecem valores compatíveis com o desempenho dos serviços oferecidos.

Vale lembrar que se a sua escolha for pelo rastreador é interessante buscar uma empresa que ofereça esse serviço agregado com assistência 24h para que você tenha toda segurança à disposição sua e do seu veículo.

Dicas para evitar acidentes de moto

,

 

 

Você que é motociclista já deve estar cansado de ouvir sobre histórias de acidente de moto, ter presenciado algum ou até mesmo ter sido vítima de um deles.

 

Sim, a motocicleta é um meio de transporte muito ágil e, na maioria dos casos, mais barato em comparação aos outros veículos. Porém, ela deixa o condutor muito mais vulnerável a diversos perigos.

 

Vamos abordar neste post alguns cuidados que você deve se atentar para evitar ao máximo sofrer algum tipo de acidente, uma vez que 80% dos acidentes de moto geram vítimas fatais:

1 – Ande equipado. Não estamos falando só do capacete. Ele protege uma das principais partes do corpo que é a cabeça, mas os outros membros ficam completamente vulneráveis em contato com o solo ou com outro veículo. Mãos, pés, tornozelos, tronco e joelhos devem estar protegidos. Para dias muito quentes, não abra mão das roupas de proteção, escolha acessórios com maior ventilação.

 

2 – Farol acesso dia e noite. O farol da moto ajuda muito a sinalizar sua posição em uma rua ou estrada. Muitos motoristas alegam a falta de visibilidade em um acidente com moto. Acessórios como roupas e capacetes de cores claras também ajudam na sinalização.

 

3 – Concentre-se. Atenção é a palavra-chave para evitar acidentes graves. Por isso, faça o possível para não deixar que a pressa, o cansaço e o stress atrapalhem a sua concentração. Álcool então, nem se fala. Fique longe de bebidas alcóolicas quando for pilotar sua magrela.

 

4 – Cuidado com linhas de pipa. Elas são um verdadeiro perigo para os motociclistas. Como a linha é praticamente transparente, é muito difícil identificá-la tão rápido enquanto você está andando. Se estiverem com cerol, podem cortar a pele como navalha e causar um grave acidente, muitas vezes fatal. Uma boa dica é instalar na moto hastes de metal, popularmente chamadas de corta-pipa  que parecem com antenas de rádio.

 

5 – Esteja preparado para fechadas. O caso mais comum relatado em acidentes com moto são as fechadas recebidas pelos condutores de carros e outros veículos de passeio.  Como evitar isso? Parta sempre do princípio de que o condutor não está vendo a sua moto e mantenha uma distância de manobra segura. Outras ameaças como um pedestre distraído, um cachorro solto ou até mesmo uma bola na rua, devem ser levadas em consideração. Portanto, atenção mais uma vez.

 

6 – Dirija por você e pelos outros. Prever atitudes e eventuais riscos é a chave para uma boa condução. Aprenda a antever as imprudências e erros dos outros.

 

7 – Tenha autocontrole.  Pilotar uma motocicleta é uma delícia, principalmente sem trânsito, onde é possível acelerar um pouco mais e sentir a sensação de liberdade. Mas essa sensação de liberdade pode ir um pouco longe demais se você não souber dosar os perigos dessa aventura.

 

8 – Identifique as armadilhas do solo. Piso molhado, areia solta, costela de vaca, buracos e, principalmente óleo na pista são obstáculos que podem estar em qualquer lugar e são capazes de traí-lo em uma curva. Quando identificar um desses obstáculos, reduza a velocidade e procure se afastar do perigo o quanto antes.

 

9 – Evite viagens à noite – Infelizmente, a grande maioria das motos ainda não possui iluminação eficiente para enfrentar estradas à noite. Além da pouca iluminação, os capacetes não possuem viseiras com limpador, o que seria essencial em casos de chuva forte (que geralmente ocorre em serras).

 

10 – Não perca o foco. Pode parecer muito bobo dizer isso, mas evite ao máximo olhar para os lados ou para trás enquanto estiver pilotando. Um grande número de acidentes acontece no exato momento em que o piloto muda a direção do olhar. A partir de agora, converse com o garupa, paquere a moça bonita na rua ou espere para mexer em alguma coisa só quando estiver parado, ok?

 

Um trânsito seguro depende da atitude dos condutores. Faça sua parte!

Como funciona o rastreamento dos veículos?

Se você ainda tem dúvidas sobre como funciona o rastreamento de um veículo, nós vamos te ajudar a entender. Vamos lá! Os aparelhos rastreadores funcionam com dois tipos diferentes de tecnologia: sistema de radiofrequência ou GPS (Global Position System).

 

Os rastreadores com funcionamento via radiofrequência se baseiam na triangulação de sinais captados por redes formadas por grandes antenas receptoras, que permitem uma ampla cobertura de área, e a localização do objeto rastreado até mesmo em lugares fechados ou cobertos.

 

O GPS funciona através de uma rede composta por 24 satélites, que circulam pela Terra de uma forma que pelo menos quatro deles estejam visíveis pelos sensores de qualquer ponto do planeta. Tudo isso sem emitir qualquer tipo de som ou disparo de alarmes.

 

Esse sistema, que pode ser instalado tanto em carros quanto em motos e utilitários, garante muito mais proteção para o veículo e para quem estiver a bordo dele. Por conta do monitoramento feito 24h, em casos de roubo, furto ou sequestro é possível localizar o veículo e iniciar o resgate de ambos o mais rápido possível.

Além da segurança para os motoristas e motociclistas comuns, o aparelho rastreador também pode ser muito eficiente para o controle do movimento de cargas e encomendas para empresas que fazem uso de frotas.

Vale ressaltar que o equipamento pode ser instalado em veículos antigos ou novos, sem restrição de modelo, ano ou análise de perfil. Perfeito, não?

No caso da GS SEG, oferecemos aos nossos clientes equipamentos de alta performance com monitoramento 24h via satélite. Para garantir a qualidade do serviço prestado, contamos com uma equipe aérea e terrestre extremamente preparada para oferecer apoio tático na recuperação de veículos em qualquer lugar do Brasil.

Além da proteção veicular por rastreador, você conta também com assistência 24h em casos de imprevistos, como: SOS Mecânico, chaveiro, auxilio pane seca, troca de pneus, reboque e guarda de veículos.

Se interessou pelo rastreador veicular? Instale agora no seu veículo!

E faça uma cotação com a gente.

 

 

Seguro convencional x rastreamento : Qual a melhor opção?

 

Essa é uma dúvida muito comum que passa pela cabeça dos proprietários de veículos.

Será que só o rastreador é o suficiente para proteger meu veículo? Estarei coberto em caso de emergência? Por que um é mais barato do que o outro?

Neste texto, iremos explicar as vantagens e desvantagens para que você possa escolher qual a melhor opção para seu estilo de vida.

Contratando a proteção veicular com o rastreamento, muitas empresas também incluem o serviço de assistência 24h, ou seja, você terá cobertura em casos rotineiros como guincho, chaveiro, troca de pneus, etc. No seguro convencional, além de estar protegido contra roubo e furto, o cliente também receberá cobertura em casos de colisão, indenização a terceiros e uma maior variedade que compreendem os serviços de assistência 24h, como encanador para as residências, descontos em estacionamentos, atendimento para eletrônicos, entre outros.

Muitos destes últimos serviços que descrevemos acima não são utilizados pelos clientes e acabam só encarecendo ainda mais o valor total da apólice.

Por isso, na hora de escolher um seguro para o seu veículo, analise os pontos que mais valem a pena para você e não pague por serviços que não vai utilizar.

Muitas pessoas estão aliando a proteção por rastreador com o seguro convencional, pois quando o veículo já está com o equipamento instalado, as seguradoras tendem a reduzir os valores cobrados, uma vez que o rastreador oferece uma garantia maior de recuperação do veículo, fazendo com que a seguradora adquira mais confiança em um perfil que garante maiores probabilidades de recuperação.

Sendo assim, pode-se notar que a melhor alternativa é ter um rastreador de carro e depois contratar um seguro auto, pois você cuida da segurança do carro ao mesmo tempo em que garante sua segurança pessoal e obtém uma proteção completa para todas as situações que possam ocorrer com o veículo. É um conjunto perfeito para garantir sua proteção.

Quer um rastreamento que cabe no seu bolso?

E faça uma cotação com a gente.

Saiba como prevenir assaltos em seu automóvel

 

Nos dias de hoje, sabemos que todo cuidado é pouco quando o assunto é a segurança de nossa família e de nossos bens.

Pensando nisso, separamos algumas dicas que podem ajudar a prevenir os tão temidos assaltos quando estamos a bordo de nossos veículos.

1 – Quando estiver dirigindo ou mesmo quando o carro estiver estacionado, não deixe nenhum tipo de objeto sobre os bancos ou que fiquem visíveis pelo vidro. Procure guardá-los no porta-malas ou levá-los com você.

2 – Evite colar adesivos que informem seus gostos, preferências ou lugares que frequenta. Quanto menos souberem quem está a bordo do veículo, melhor.

3 – Quando estiver dentro do veículo, principalmente ao volante, evite portar objetos de valor, como: joias, relógios, celulares, carteiras e bolsas. Essa medida diminui bastante a probabilidade de uma abordagem.

4 – Sempre que possível ande com os vidros fechados, principalmente em paradas como semáforos e engarrafamentos.

5 – Quando precisar diminuir a velocidade, seja em caso de valetas, lombadas ou para desviar de algum objeto da pista, fique muito atento à sua volta. Muitas vezes esses obstáculos são “colocados” propositalmente.

6 – Na hora de estacionar na rua ou até mesmo dentro de estacionamentos abertos, procure áreas iluminadas.

7 – Mesmo que você more em uma rua calma e tranquila, nuca deixe o carro destravado. Certifique-se de que o mesmo esteja devidamente fechado (vidros e portas). Muitos ladrões se aproveitam da confiança dos moradores.

8 – Nos semáforos, opte por parar nas filas que ficam no meio das faixas. Esta estratégia vem sendo utilizada e surte bastante efeito positivo, pois como o assalto tem que ser rápido e com boa área de fuga, os veículos que estão nas laterais são mais atingidos.

9 – Mantenha o seguro do seu veículo em dia, garantindo uma segurança a mais nos casos em que o veículo é roubado ou furtado.

10 – Cuidado com a distração. Pessoas distraídas com o rádio, celular ou até mesmo conversando com o passageiro, costumam ser escolhidas para a abordagem.

É importante saber que mesmo tomando as devidas precauções, não podemos evitar 100% dos assaltos. Portanto, caso seja abordado, lembre-se sempre de nunca reagir e avisar o assaltante cada movimento que for realizar. Procure manter-se calmo e saiba que o seu bem mais precioso é a sua vida.

Esta procurando mais segurando para o seu veiculo? Estamos a disposição!

E faça uma cotação com a gente.